Arthur Danto e a experiência estética

Rachel Costa

Resumo


O artigo, em um primeiro momento, reconstrói a separação realizada por Arthur Danto entre Estética e Filosofia da Arte. Essa separação se encontra no fundamento da ontologia dantiana e distancia sua tentativa de definir arte dos argumentos da tradição estética sobre a beleza e o gosto. A partir dessa reconstrução, dou um segundo passo onde analiso como Arthur Danto discute com a experiência estética, do modo como é compreendida, principalmente, após Kant, e quais são as suas críticas e propostas para repensar a relação entre público e arte. 


Texto completo:

PDF

Referências


BORNHEIM, Gerd A. Paginas de filosofia da arte. Rio de Janeiro: UAPE, 1998.

DANTO, Arthur C. A transfiguração do lugar comum. São Paulo: Cosac Naify, 2005

_______________. The transfiguration of the commonplace: a philosophy of art. Cambridge: Harvard University Press, 1981

________________. Após o fim da arte: a arte contemporânea e os limites da história. São Paulo: Odysseus Editora, 2006.

________________.After the end of art: contemporary art and the pale of history. Princeton, N.J.: Princeton University Press, 1997.

________________.The Abuse of Beauty. Aesthetics and the concept of art. Illinois: Carus Publishing Company, 2006a.

________________. What art is. Yale University Press, 2013.

________________. Beyond the Brillo Box: The visual arts in post-historical perspective. Los Angeles: University of California Press, 1998.

________________. The Philosophical disEnfranchisement of art. New York: Columbia University Press, 2004.

_______________. Art/artifact: african art in anthropology collections. 2nd. ed. New York: The Center for African Art, 1989.

________________Unnatural wonders: essays from the gap between art and life. 1st ed. New York: Farrar, Straus, Giroux, 2005a.

________________Narration and Knowledge. New York: Columbia University Press, 2007.

________________. “Marcel Duchamp e o fim do gosto: uma defesa da arte contemporânea”. ARS (São Paulo), Dez 2008, vol.6, no.12, p.15-28.

DICKIE, GEORGE. “What is art? An institutional analysis”. In Art and the Aesthetic: an institutional analysis. Ithaca, NY: Cornell University Press, 1974, p. 19-52.

HEGEL, Georg Wilhelm Friedrich. Cursos de Estética. 2 ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2001.

RAMME, Noéli. “A estética na filosofia da arte de Arthur Danto”. Revista Artefilosofia, Ouro Preto, n.5, p. 87-95, jan. 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.