Loparic, Almeida e Chagas: sobre o factum da razão

Luiz Antonio Pereira

Resumo


Na Kritik der praktischen Vernunft, os conceitos do factum da razão e do sentimento de respeito pela lei moral geram grandes divergências interpretativas. O presente artigo tem como objetivo apresentar as interpretações de Zeljko Loparic, Guido Antônio de Almeida e Flávia Carvalho Chagas.

Texto completo:

PDF

Referências


Obras de Immanuel Kant

KANT, Immanuel (1781/7): Kritik der reinen Vernunft. Akademie-Ausgabe. (Crítica da Razão Pura. Tradução de Manuela P. dos Santos e Alexandre F. Morujão. 8.ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2013).

______. (1785): Grundlegung zur Metaphysik der Sitten. Akademie-Ausgabe. (Fundamentação da Metafísica dos Costumes. Tradução de Guido Antônio de Almeida. Edição Bilíngue: Alemão/Português. São Paulo: Barcarolla, 2009).

______. (1788): Kritik der praktischen Vernunft. Akademie-Ausgabe. (Crítica da Razão Prática. Tradução de Valerio Rohden. Edição Bilíngue: Alemão/Português. São Paulo: Martins Fontes, 2003).

______. (1794): Die Religion innerhalb der Grenzen der bloßen Vernunft. 2.ed. Akademie-Ausgabe. (A Religião nos Limites da Simples Razão. Tradução de Artur Morão. Lisboa: Edições 70, 2008).

______. (1797): Die Metaphysik der Sitten. Akademie-Ausgabe. (A Metafísica dos Costumes. Tradução de José Lamego. 2.ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2011).

Obras de outros Filósofos Clássicos

HUME, David (1739/40): A Treatise of Human Nature. David Fate Norton e Mary J. Norton (Ed.). New York: Oxford University Press, 2000.

______. (1751): An Enquiry concerning the Principles of Morals. Tom L. Beauchamp (Ed.). New York: Oxford University Press, 1998.

HUTCHESON, Francis (1725): An Inquiry into the Original of Our Ideas of Beauty and Virtue. Wolfgang Leidhold (Ed.). Indianapolis: Liberty Fund, 2004.

______. (1742/7): Philosophiae Moralis Institutio Compendiaria with a Short Introduction to Moral Philosophy. Luigi Turco (Ed.). Indianapolis: Liberty Fund, 2007.

SHAFTESBURY, Anthony Ashley Cooper, the Third Earl of (1711): Characteristicks of Men, Manners, Opinions, Times. Vol. I: A Letter Concerning Enthusiasm; Sensus Communis: an Essay on the Freedom of Wit and Humour; Soliloquy, or Advice to an Author. Vol. II: An Inquiry Concerning Virtue and Merit; The Moralists; a Philosophical Rhapsody. Vol. III: Miscellaneous Reflections on the Said Treatises, and Other Critical Subjects; A Notion of the Historical Draught, or Tablature of the Judgment of Hercules. With a Letter Concerning Design. Douglas Den Uyl (Introd.). Indianapolis: Liberty Fund, 2001.

SMITH, Adam (1759): The Theory of Moral Sentiments. D. D. Raphael e A. L. Macfie (Ed.). Indianapolis: Liberty Fund, 1984.

Obras de Comentadores e Filósofos Contemporâneos

ALMEIDA, Guido Antônio de (1998): Kant e o “facto da razão”: “cognitivismo” ou “decisionismo” moral? In: Studia Kantiana (SKB): Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, pp. 53-81.

______. (1999): Crítica, Dedução e Facto da Razão. In: Analytica (UFRJ): Rio de Janeiro, v. 4, n. 1, pp. 57-84.

BECK, Lewis White (1960): A Commentary on Kant’s Critique of Practical Reason. Chicago/London: The University of Chicago Press.

BECKENKAMP, Joãosinho (1999): Conceito e crítica: estudo sobre a gênese do conceitualismo kantiano. 218f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

BORGES, Maria de Lourdes (2012): Razão e emoção em Kant. Pelotas: Editora e Gráfica Universitária/NEPFil online.

BRESOLIN, Keberson (2012): Kant e o sentimento moral. Conjectura (UCS): Caxias do Sul, v. 17, n. 1, pp. 42-67.

CHAGAS, Flávia Carvalho (2009): O caminho crítico da Grundlegung à Crítica da Razão Prática. 182f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Porto Alegre. Orientador: Prof. Dr. João Carlos Brum Torres; Coorientador: Prof. Dr. Christian Viktor Hamm.

______. (2010): Beck, Guido de Almeida e Loparic: sobre o fato da razão. In: Veritas (PUC-RS): Porto Alegre, v. 55, n. 3, pp. 186-201.

______. (2011): O fato da razão e o sentimento moral enquanto disposição moral do ânimo. In: Studia Kantiana (SKB): Rio de Janeiro, n. 11, pp. 139-61.

______. (2012): O Cânon da razão pura. In: KLEIN, Joel Thiago (Org.). Comentários às obras de Kant: Crítica da Razão Pura. Florianópolis: NEFIPOnline, pp. 721-45.

______. (2013a): Respeito, sentimento moral e facto da razão. Pelotas: NEPFil online.

______. (2013b): Normatividade moral? In: Studia Kantiana (SKB): Rio de Janeiro, n. 15, pp. 121-34.

______. (2014): Schiller, Leitor de Kant: sobre a constituição estética do agente virtuoso. In: FERRAZ, Carlos Adriano et al. (Orgs.). A Filosofia Prática de Kant: Ensaios. Pelotas: NEPFil online, pp. 219-38.

______. (2015a): Normatividade e valor moral: sobre a necessidade do sentimento moral em Kant. In: Con-Textos Kantianos, n. 1, pp. 97-113.

______. (2015b): Valor e Pluralismo Moral. In: Dissertatio (UFPel): Pelotas, v. suplementar n. 2, pp. 175-91.

______. (2016): Pluralismo para além do ceticismo: o problema da justificação moral. In: Princípios: Revista de Filosofia (UFRN): Natal, v. 23, n. 41, pp. 11-31.

DEJEANNE, Solange de Moraes (2009): Sobre a interpretação semântica do facto da razão. In: Studia Kantiana (SKB): Rio de Janeiro, n. 9, pp. 60-77.

ESTEVES, Julio César Ramos (2009): A teoria kantiana do respeito pela lei moral e da determinação da vontade. In: Trans/Form/Ação (UNESP): São Paulo, v. 32, n. 2, pp. 75-89.

FAGGION, Andrea Luisa Bucchile (2003): O papel do facto da razão na fundamentação da moralidade em Kant. 128f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

______. (2008): A doutrina do facto da razão no contexto da filosofia crítica kantiana. In: Studia Kantiana (SKB): Rio de Janeiro, n. 6/7, pp. 236-64.

FREIRE, Sônia Barreto (2005): Da semântica transcendental à semântica existencial: Kant e Heidegger. 245f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

HAHN, Alexandre (2005): Problemas semânticos na doutrina da virtude de Kant. 121f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

______. (2010): A função da antropologia moral na filosofia prática de Kant. 245f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

______. (2013): Observações acerca da estética dos costumes de Kant. In: FAGGION, Andrea e BECKENKAMP, Joãosinho (Orgs.). Temas Semânticos em Kant. São Paulo: DWW Editorial, Coleção Filosofia e Ciências Humanas, pp. 313-40.

HAMM, Christian Viktor (2003): Princípios, motivos e móbeis da vontade na filosofia prática kantiana. In: NAPOLI, Ricardo B. di, FABRI, Marcelo e ROSSATO, Noeli D. (Orgs.). Ética e Justiça. Santa Maria: Palloti, pp. 67-82.

HEIDEGGER, Martin (1929): Kant und das Problem der Metaphysik. Frankfurt: Vittorio Klostermann, 1991.

HENRICH, Dieter (1960): Der Begriff der sittlichen Einsicht und Kants Lehre vom Faktum der Vernunft. In: HENRICH, Dieter et al. (Orgs.). Die Gegenwart der Griechen im neueren Denken: Festschrift für Hans-Georg Gadamer zum 60. Geburtstag. Tübingen: JCB Mohr, pp. 77–115. (The Concept of Moral Insight and Kant’s Doctrine of the Fact of Reason. Tradução de Manfred Kuehn. In: ______. The Unity of Reason: Essays on Kant's Philosophy. Richard L. Velkley (Ed.). London: Harvard University Press, 1994, pp. 55-87).

LINHARES, Orlando Bruno (2005): A gênese das antinomias matemáticas. 189f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

LOPARIC, Zeljko (1982): Scientific Problem-Solving in Kant and Mach. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Católica de Louvain, Bélgica. Orientador: Prof. Dr. Jean Ladrière.

______. (1999): O Fato da Razão: uma Interpretação Semântica. In: Analytica (UFRJ): Rio de Janeiro, v. 4, n. 1, pp. 13-55.

______. (2005): A Semântica Transcendental de Kant. 3.ed. Campinas: UNICAMP, Coleção CLE, v. 41.

MEIRELLES, Agostinho de Freitas (2009): Crítica e história na filosofia de Kant. 168f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

OLIVEIRA, Marcos Alberto de (2005): A ideia de uma ciência da virtude na metafísica kantiana dos costumes. 301f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

PAVÃO, Aguinaldo (2013): Coerção pública e liberalismo em Kant. In: FAGGION, Andrea e BECKENKAMP, Joãosinho (Orgs.). Temas Semânticos em Kant. São Paulo: DWW Editorial, Coleção Filosofia e Ciências Humanas, pp. 263-83.

PEREZ, Daniel Omar (2002): Kant e o Problema da Significação. 407f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

PIZA, Suze de Oliveira (2003): As imagens de Kant sensificação de conceitos e ideias. Acerca do esquematismo, simbolização e metáfora na filosofia kantiana. 180f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

SANTOS, Ricardo Machado (2011): Moralidade e história na Ideia de uma história universal de um ponto de vista Cosmopolita de Kant. 107f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

SCHERER, Fábio César (2010): Teoria kantiana dos juízos jurídico-políticos a priori segundo o método de análise e síntese. 257f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientadores: Prof. Dr. Zeljko Loparic e Prof. Dr. Volker Gerhardt.

______. (2013): Esboço de problemas semânticos na teoria kantiana do direito público. In: FAGGION, Andrea e BECKENKAMP, Joãosinho (Orgs.). Temas Semânticos em Kant. São Paulo: DWW Editorial, Coleção Filosofia e Ciências Humanas, pp. 285-312.

SILVA, Chelaine da (2006): Faktum der Vernunft: considerações sobre suas interpretações. 70f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

SILVA, Fabiano Queiroz da (2010): A liberdade prática na crítica da razão pura de Kant: o problema da compatibilidade entre a solução crítica da terceira antinomia e o cânone. 91f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

______. (2015): A natureza humana em Kant. 100f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

SIPERT, Claudio. (2008): O problema da realidade objetiva da ideia do sumo bem em Kant. 129f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas. Orientador: Prof. Dr. Zeljko Loparic.

______. (2013): A modificação de sentido do sumo bem na filosofia tardia de Kant. In: FAGGION, Andrea e BECKENKAMP, Joãosinho (Orgs.). Temas Semânticos em Kant. São Paulo: DWW Editorial, Coleção Filosofia e Ciências Humanas, pp. 217-62.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.