Elementos para uma teoria crítica da dissonância | Pucciarelli | Kriterion: Revista de Filosofia

Elementos para uma teoria crítica da dissonância

Daniel Pucciarelli

Resumo


O presente artigo reconstrói e desenvolve os elementos fundamentais da teoria da dissonância elaborada por Theodor W. Adorno em sua filosofia da música. Parte-se de uma breve exposição do tratamento conferido pela musicologia histórica – com toda sua equivocidade autoconsciente e constitutiva – aos conceitos de dissonância e consonância para dele se depreender as linhas fundamentais de um tratamento filosófico da dissonância. Lançando mão dos recursos mobilizados por alguns teóricos da nova música, reconstrói-se assim as estações da teoria crítica da dissonância entre desnaturalização, emancipação e liquidação da dissonância. Por fim, defende-se a tese de uma interpretação dinâmica do uso e da percepção da dissonância segundo contextos socioestéticos determinados.


Texto completo:

PDF