Politics and Aesthetics in Rancière and Lévinas: scene of dissensus, face and constitution of the political subject | Salgueiro Marques | Kriterion: Revista de Filosofia

Politics and Aesthetics in Rancière and Lévinas: scene of dissensus, face and constitution of the political subject

Ângela Cristina Salgueiro Marques, Frederico da Cruz Vieira

Resumo


Neste artigo pretendemos refletir acerca da constituição do sujeito político a partir de dois conceitos específicos: rosto (Lévinas, Butler, Deleuze e Guattari) e cena de dissenso (Rancière, Habermas). Nosso argumento pretende evidenciar como, ao “aparecerem”, os indivíduos produzem uma cena polêmica de enunciação na qual se desencadeia um processo de subjetivação política e de criação de formas dissensuais de comunicação e performance que inventam modos de ser, ver e dizer, configurando outras interfaces entre experiência estética e política. Tal processo potencializa a invenção de novas visualidades e interlocuções nas quais se inscreve o rosto, definido aqui como o vestígio de um lugar do outro que se transforma na promessa do meu próprio lugar, assumindo caráter político e comunicacional, num processo incessante de subjetivação política em que ética e estética se tangenciam.


Texto completo:

PDF (English)

Referências


AGAMBEN, G. "Means without end: Notes on Politics". Minneapolis: University of Minnesota Press, 2000.

BOUGNOUX, D. "Faire visage, comme on dit faire surface". Les Cahiers de Médiologie, Dossiê “Faire Face”, v.15, 2002, p.9-15.

BUTLER, J. "Vida precária". Contemporânea – Revista de Sociologia da UFSCar, São Carlos, v.1, n.1, p.13-33, 2011.

CARRARA, O. V. "Lévinas: do sujeito ético ao sujeito político, elementos para pensar a política outramente". São Paulo: Ideias e Letras, 2010.

CERVELIN, D. "Sobre um rosto – um rosto". Anuário de Literatura, v.14, n.1, 2009, p.102-114.

DELEUZE, G. "Conversações". Rio de Janeiro: Ed.34, 2013.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. "Ano Zero – Rostidade". In: Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. Trad. Aurélio Guerra Neto, Ana Lúcia de Oliveira, Lúcia Cláudia Leão e Suely Rolnik. São Paulo: Editora 34, v. 3, 2014, p. 31-61.

DIDI-HUBERMAN, G. "Peuples exposés, peuples figurants", L’Oeil de l’Histoire, v.4. Paris: Éditions de Minuit, 2012.

DREVET, P. "Le désir de visage". Les Cahiers de Médiologie, Dossiê “Faire Face”, v.15, 2002, p.17-23.

FONSECA, M. A. da. "Michel Foucault e a constituição do sujeito". São Paulo: EDUC, 2003.

FOUCAULT, M. "A ordem do discurso". São Paulo, Edições Loyola, 2009.

FOUCAULT, M. "O sujeito e o poder". In: P. RABINOW, H. DREYFUS (eds.). M. Foucault: uma trajetória filosófica para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro, Forense Universitária, 1995, p. 231-250.

FOUCAULT, M. "Les techniques de soi". In: Dits et écrits 1954-1988, v.II. Ed. Daniel Defert, François Ewald e Jacques Lagrange. Paris: Gallimard, 1988, p. 1602-1631.

HABERMAS, J. "Actions, Speech Acts, Linguistically Mediated Interactions, and the Lifeworld". In: M. COOKE (ed.), On the Pragmatics of Communication. Cambridge, MIT Press, 1998, p. 215-256.

HABERMAS, J. "The Theory of Communicative Action: Vol. 2: Lifeworld and System: A Critique of Functionalist Reason". Boston: Beacon Press, 1987.

HABERMAS, J. "Individuação pela socialização: sobre a teoria da subjetividade de George Herbert Mead". In: Jürgen Habermas: obras escolhidas. Lisboa: Edições 70, v.1, 2010, p. 211-261.

KOHN, M. "Language, Power, and Persuasion: Toward a Critique of Deliberative Democracy". Constellations, v.7, n.3, 2000, p.408-429.

LAZZARATO, M. "Signos, máquinas, subjetividades". São Paulo: Edições Senac; n-1 edições, 2014.

LE BRETON, D. "De la défiguration à la greffe du visage". Études, v.6, n.412, 2010, p.761-772.

LÉVINAS, E. "Alterity and Transcendence". New York: Columbia University Press, 1999.

LÉVINAS, E. "Ética e infinito". Lisboa: Edições 70, 2007.

LÉVINAS, E. "Totalidade e infinito". Lisboa, Edições 70, 1980.

LÉVINAS, E. "Entre nós: ensaios sobre a alteridade". Petrópolis, Vozes, 2005.

LEVINAS, E. "De outro modo que ser ou para lá da essência". Trad. José Luiz Pérez e Lavínia Leal Pereira. Lisboa: Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, 2011.

MARQUES, A. "Relações entre comunicação, estética e política a partir das abordagens conceituais de Habermas e Rancière". Fronteiras, v.15, 2013a, p.150-159.

MARQUES, A. "Três bases estéticas e comunicacionais da política: cenas de dissenso, criação do comum e modos de resistência". Contracampo, v.26, 2013b, p.126-145.

MARQUES, A. "Política da imagem, subjetivação e cenas de dissenso". Discursos Fotográficos, v.10, 2014,61-86.

MARQUES, A.; LELO, T. "Aspectos poético-comunicacionais da filosofia política de Rancière a partir dos conceitos de dano, dissenso e desidentificação". Intexto, v.31, 2014, p.52-67.

MELO, N. V. de. "A ética da alteridade em Emmanuel Levinas". Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003.

MONDZAIN, M.-J. "Nada, tudo, qualquer coisa: Ou a arte das imagens como poder de transformação". In: NAZARÉ, L.; SILVA, R. (eds.). A República por vir: Arte, política e pensamento para o século XXI. Lisboa, Fundação Calouste-Gulbenkian, 2011, p.103-128.

PANAGIA, D. "Dissenting Words: A Conversation with Jacques Rancière". Diacritics, v.30, n.2, 2000, p.113-126.

POIRIÉ, F. "Emmanuel Lévinas: Ensaio e entrevistas". São Paulo: Perspectiva, 2007.

RANCIÈRE, J. "Aux bords du politique". Paris: Gallimard, 2004.

RANCIÈRE, J. "La Mésentente – politique et philosophie". Paris: Galilée, 1995.

RANCIÈRE, J. "Ten Thesis on Politics". In: CORCORAN, S. (ed.). Dissensus: On Politics and Aesthetics. London: Continuum, 2010a, p. 27-43.

RANCIÈRE, J. "The Ethical Turn of Aesthetics and Politics". In: CORCORAN, S. (ed.). Dissensus: On Politics and Aesthetics. London: Continuum, 2010b,p. 184-202.

RANCIÈRE, J. "O espectador emancipado". São Paulo: Martins Fontes, 2010c.

RANCIÈRE, J. "Against an Ebbing Tide: Ann Interview with Jacques Rancière". In: BOWMAN, P.; STAMP, R. (eds.). Reading Rancière. London, Continuum International Publishing Group, 2011, p. 238-251.

RANCIÈRE, J. "O destino das imagens". Rio de Janeiro, Contraponto, 2012.

TASSIN, E. "De la subjetivación política: Althusser, Rancière, Foucault, Arendt, Deleuze". Revista de Estudios Sociales, v.43, 2012, p.36-49.

YOUNG, I. "Comunicação e o outro: além da democracia deliberativa". In: SOUZA,J. (ed.). Democracia hoje: novos desafios para a teoria democrática contemporânea. Brasília: Editora da UnB, 2001, p.365-386.